Assista nossos Programas

domingo, 9 de junho de 2019

FUNDAÇÃO ASTRONAUTA MARCOS PONTES PROMOVE O SEXTO ARRAIA AÉREO



Bauru inteira se movimentou neste final de semana com o 6º Arraiá Aéreo promovido pela Fundação Astronauta Marcos Pontes, com o objetivo de arrecadar fundos e alimentos para trinta entidades assistenciais. A entrada para o evento, além de um valor simbólico de R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia entrada), também contou com a arrecadação de alimentos e rações para animais.




O evento ocorreu no Aeroclube de Bauru, com barracas de comidas típicas, quiosques institucionais dos patrocinadores e apresentações de sete aeronaves da Esquadrilha da Fumaça, vôos panorâmicos de helicóptero, aviões acrobáticos, ensaios com balões, oficinas de foguetes de garrafa pet, apresentações musicais e exposições das Forças Armadas e do Serviço de Segurança Pública e cinema ao ar livre. Estima-se que aproximadamente 120 mil pessoas tenham circulado o evento.

Caminhão com doações


O Ministro da Ciência e Tecnologia Astronauta Marcos Pontes, realizou a abertura do evento juntamente com o Prefeito da Cidade Clodoaldo Gazzetta (PSD). Durante os dois dias de evento, mais de 60 atrações foram contempladas pelo público. 

Algumas horas antes do evento, o Ministro Marcos Pontes anunciou que Bauru deverá contar com a criação de um Centro de Tecnologias Assistivas que desenvolverá serviços e tecnologias voltadas para pessoas com necessidades especiais. O Major Olímpio salientou a necessidade de uma reforma tributária para ajudar a alavancar os recursos nos municípios. 

Roberto Rufino, Adylson Godoy, Claudia Souza e o Astronauta Marcos Pontes

O Astronauta e Ministro Marcos Pontes, foi homenageado no dia 07/06 em um jantar realizado no Buffett Mantovani, em que recebeu diversas personalidades da região. Estiveram presentes grandes empresários, comerciantes, artistas, políticos e jornalistas, entre eles: Adylson Godoy (pianista) nascido em Bauru; Claudia Souza (jornalista e cantora); o apresentador de TV Luciano Facciolli, o colunista social Roberto Rufino e os Deputados Federais Rodrigo Agostinho, Capitão Augusto e Major Olímpio. Após receber as homenagens de amigos e vereadores, durante o seu discurso, Marcos Pontes revelou curiosidades de sua infância, algumas emoções que vivenciou durante a sua jornada ao espaço como astronauta, o caminho percorrido para consolidar a Fundação Astronauta Marcos Pontes e os seus objetivos agora enquanto Ministro, em busca de fomentar o incentivo e a expansão do ensino de tecnologia para os jovens a fim de criar oportunidades e revelar novos talentos dentro dessa área. No dia seguinte ao jantar, quem compareceu ao 6º Arraiá Aéreo constatou o tamanho da admiração de fãs do astronauta que aguardaram em enormes filas para cumprimentá-lo e talvez conseguir uma foto ao seu lado. 

O grande reconhecimento público e histórico do nosso astronauta brasileiro parece estar apenas começando. Como disse um trecho da "Marchinha do Astronauta" entoado pelo compositor Adylson Godoy durante a sua homenagem no dia anterior: "Marcos Pontes veio para ficar"...


sábado, 18 de maio de 2019

RISCO DE ROMPIMENTO NA BARRAGEM DA VALE EM BARÃO DOS COCAIS - MG

Complexo da Vale em Barão dos Cocais (MG) é interditado pela ANM
Risco de rompimento foi informado pela empresa no dia 13 de maio


O complexo minerário de Gongo Soco, na cidade de Barão dos Cocais em Minas Gerais, deve ser interditado. A estrutura, que pertence à Vale, tem riscos iminentes de rompimento, o que coloca os moradores da localidade em risco. Por isso, a determinação de interdição foi feita pela Agência Nacional de Mineração.

Em nota publicada no site da empresa, a Vale informa que está monitorando a situação da estrutura. A empresa reconhece a possibilidade de deslizamento do talude norte da cava, próximo à barragem sul superior, no entanto, afirma que o monitoramento feito pela empresa não traz evidências de alterações na barragem.

Cerca de seis mil habitantes da cidade estão na chamada zona secundária de salvamento, onde os rejeitos demorariam pouco mais de uma hora para chegar. Mais de 400 já haviam sido removidos em um outro momento, quando o nível de uma das barragens foi elevado.

A ANM também determinou que a Vale deve tomar medidas de emergência. No dia 13 de maio, segundo a autarquia, a Vale informou que a estrutura estava se movendo de uma forma que poderia causar um rompimento.

Ainda em nota, a mineradora informa que está repassando orientações e atualizações sobre a situação do talude para a comunidade da região e iniciou um simulado de emergência. A Vale ainda conta que está fazendo a distribuição de informativos impressos para a população.


10 Mini Garrafa + Sacola p/ lembrancinha

domingo, 5 de maio de 2019

10 Dicas se prevenir e evitar surpresas nas compras de presentes para a mamãe



Dori Boucault é especialista em
 direitos do consumidor e fornecedor 
VeCComm
Dicas para as compras do Dia das Mães
Saiba como se prevenir e evitar surpresas nas compras de presentes para a mamãe


Uma das datas mais importantes depois do Natal, o Dia das Mães é também o segundo melhor período de boas vendas para o comércio. Por ess razão, varejistas e indústrias promovem ofertas para atrair os clientes e fazer caixa ou desovar os estoques. Para o advogado especialista em direitos do consumidor e fornecedor, Dori Boucualt, os consumidores devem preparar a compra antes mesmo de sair de casa, realizando pesquisas sobre preços dos itens desejados a fim de comparar com as promoções que encontrar. “Quando o consumidor já tem uma ideia do presente que pretende comprar fica mais fácil saber sobre o quanto vai ou poderá gastar”, orienta o especialista.

Segundo o advogado, a definição antecipada do presente para mamãe permite ao consumidor saber quanto vai gastar em média, além de considerar as formas de pagamento se à vista ou parcelado. Além disso, existem algumas regras que diferenciam as compras em lojas físicas ou pela internet que são importantes conhecer. No primeiro caso (lojas físicas), os consumidores devem estar cientes de que o forrnecedor só é obrigado a efetuar a troca dos produtos em caso de defeitos na mercadoria. Já no caso das lojas online existe outra prerrogativa, que é o prazo de desistência de sete dias a contar do recebimento do produto. “Nos casos em que houver algum comprometimento no momento da compra o consumidor pode exigir a troca do produto, desde que as condições dele estejam intactas, incluindo a etiqueta, embalagem, etc.”, observa Boucault.

Tanto em lojas físicas como online, o consumidor deve estar atento a algumas regras básicas para evitar surpresas que comprometam a data festiva e o significado de oferecer um presente. Por isso, o advogado especialista em direitos do consumidor e fornecedor do LTSA Advogados listou algumas importantes observações que os consumidores devem ter antes, durante e depois das compras do Dia das Mães:

1 - Idoneidade das lojas

Consulte os sites de reclamações para saber se existem denúncias recorrentes contra a loja. Pesquisar sobre a idoneidade da loja é o método mais eficaz para não cair em golpes nem comprar gato por lebre. Isso também vale para as lojas físicas. Consulte alguém que seja cliente da loja para saber sobre entrega de mercadorias, cumprimento de prazos, qualidade dos produtos, etc.. Varejistas e indústrias têm estratégias específicas para o Dia das Mães, por isso, tenha antes definido o que pretende comprar e quanto deseja gastar para pesquisar, comparar preços e economizar ou saber quanto vai gastar com os produtos. Perceba que mesmo nas lojas físicas é imprescindível conhecer o histórico do fornecedor e assim não ser surpreendido.

2 - Dados das empresas

Nos sites de lojas de e-commerce, além do CNPJ e telefone, é importante verificar se existem endereços físicos das empresas responsáveis, assim como checar se os dados expostos são de fato reais e verdadeiros. “O número de um telefone não quer dizer que alguém atenda, bem como não quer dizer que será possível identificar onde ele está fixo, pois atualmente existem números que parecem fixos, mas são de telefonia móvel”, salienta Dori. Pelo CNPJ é possível localizar endereço, mas não quer dizer que é da loja, mas apenas de seu representante, muitas vezes não mais locado naquele endereço. Portanto, muita atenção. No caso das lojas físicas, a reclamação pode ser feitas diretamente ao estabelecimento e ao seu gerente ou representante legal.

3 - Ofertas atrativas demais

Promoções e ofertas com valores demasiados baixos podem ser um sinal de golpe. Ao verificar preços muito em conta, pesquise e compare com outros sites o valor do produto e faça a pesquisa indicada no item a) sobre a idoneidade da loja, afim de evitar surpresas desagradáveis. É bom lembrar que oferta é a exposição para venda de um produto ou serviço e que de acordo com o artigo 35º do Código de Defesa do Consumidor (CDC) trata-se de valor de contrato. A empresa que anuncia uma oferta deve cumprir. Se o fornecedor de produtos ou serviços recusar o cumprimento à oferta, apresentação ou publicidade, o consumidor poderá, alternativamente e à sua livre escolha: exigir o cumprimento forçado da obrigação, nos termos da oferta, apresentação ou publicidade; aceitar outro produto ou prestação de serviço equivalente; desfazer o contrato, com direito a receber o valor pago com correção, e ser indenizado pelas perdas e danos. O anunciado (seja oferta ou desconto) deve ser cumprido tanto pela loja física com pela loja online.

4 - Atraso na entrega

O cliente terá direito à reparação pelas perdas e danos, por ver frustrada a sua pretensão de presentear (artigo 35 do CDC) se o presente chegar depois da celebração do Dia das Mães, ou seja, a empresa não só poderá ser obrigada a devolver o valor pago pela mercadoria bem como o valor do frete incluso. Vale para as compras online e em lojas físicas.

5 – Troca de produto

Este é um dos ítens que sempre há desconforto entre consumidores e fornecedores, sendo fundamental o consumidor obter no ato da compra as informações necessárias sobre a política de troca. Certifique-se de que a loja tem política de troca de produtos, pois o fornecedor (de loja física) somente é obrigado a trocar se o produto estiver com defeito. “A troca de peças dadas como presente é cortesia das lojas e seguem em média um prazo de 30 dias, mas isso não é regra, é apenas uma cortesia que depende do dono da loja, da política de troca e que deve ser observada pelo consumidor na hora da compra para evitar constrangimentos depois”, orienta Boucault. Além disso, se a pessoa não gostrou do presente, da cor, do modelo, etc., não quer dizer que pode trocar. Compras feitas presencialmente não tem a prerrogativa permitida na compra online.

6 - Direito de arrependimento

“Para compras pela internet, se o produto não agradou, a cor não combina, o modelo não caiu bem, há um prazo de desistência que é de 7 dias contados a partir da entrega do produto ao consumidor. Portanto, tenha em mente este período”, afirma o advogado. Dentro deste prazo, conforme o artigo 49º do Código de Defesa do Consumidor, o consumidor pode devolver o produto ou cancelar o serviço sem necessidade de dar satisfação e obter o dinheiro de volta. “É o chamado direito de arrependimento e só pode ser aplicado para compras fora da loja física. O produto no entanto deve ser devolvido sem sinais de uso”, destaca Dori Boucault. Neste caso, é importante lembrar que compras fora da loja física são bens ou serviços pela internet, correio ou por telefone. O fornecedor deve devolver a quantia eventualmente paga, o valor do frete, se houver.

7- Valores à vista e no cartão tem diferença?

Essa é uma pergunta constante que os consumidores fazem quando desejam saber se está correto o anúncio que mostra um preço para pagamento à vista e outro no cartão. “A resposta é simples: Está correto”. Desde junho de 2017, quem paga à vista em dinheiro tem vantagens. Assim, aumenta o poder de negociação do consumidor que pode escolher entre uma ou outra forma de pagamento, de acordo com suas possibilidades, além de poder de barganha. “Negociar um desconto maior caso opte por pagar em dinheiro e à vista já que o comerciante deixará de pagar as taxas do cartão, por exemplo”, salienta o advogado. Porém, tenha consciência de que o fornecedor não tem obrigação de conceder o desconto, pois a lei autoriza apenas a diferenciação de preço.

8 – Compra de flores e cestas de café da manhã

São presentes que agradam e emocionam, mas em ambos os casos, sendo a compra em loja física ou internet, é importante que o consumidor observe o valor final da compra e o que está inserido nele. Por exemplo: custos de embalagens, arranjos e entrega. Para cada um dos serviços efetuados, a empresa deve discriminar na etiqueta com as informações obrigatórias como composição e prazo de validade. Nestas compras, o fornecedor não é obrigado a aceitar pagamentos com cheques ou cartões, mas tal informação deve estar clara e visível para evitar dúvida ou constrangimento ao consumidor no momento da compra.

9 - Estacionamentos e furtos de pertences

Devido ao movimento e procura, estacionamentos de shoppings, supermercados e lojas são atrativos. Leve em consideração que a partir da entrega das chaves ao manobrista ou no momento em que recebe o comprovante de estacionamento, seu veículo está sob a guarda da empresa que administra o serviço de estacionamento. “A empresa tem responsabilidade pelo carro que está recebendo, bem como tudo aquilo que estiver em seu interior”, informa Dori Boucault. Durante a permanência no local, a empresa deve garantir a incolumidade e a segurança do bem do consumidor e reparar eventuais prejuízos, conforme o artigo 6º, inciso VI, e artigo 14º, parágrafo 1º, do CDC, mesmo quando não haja pagamento pelo estacionamento. Portanto, exija seus direitos mesmo quando houver avisos do tipo “Não nos responsabilizamos por pertences deixados no interior do veículo”.

10 – Dúvidas sobre seus direitos

Em caso de dúvidas, procure o Procon de sua cidade. Para pesquisas sobre idoneidade dos estabelecimentos comerciais verifique em sites como Reclame Aqui, Proteste, Consumidor.gov.br e no próprio site do Procon.

Mais sobre Dori Boucault

Consultor de relação de consumo e advogado especialista em direito do consumidor e fornecedor, Dori Boucault, é um dos profissionais mais requisitados para palestras e seminários sobre o assunto. Em suas palestras e seminários, fala com desenvoltura sobre assuntos espinhosos que, por vezes, se tornam uma dor de cabeça para consumidores e fornecedores. Entre suas especialidades está a educação financeira, que auxilia o consumidor a controlar seus recursos. Dori possui uma forma irreverente de explicar os direitos e deveres de ambas as partes – cliente final e fornecedor – de forma didática, leve e descontraída.

Para saber mais sobre Dori Boucault acesse:

www.doriboucault.com.br
www.facebook.com/doriboucault


Lembrancinhas personalizadas para casamento, aniversário, etc...

quarta-feira, 24 de abril de 2019

Coopermiti comemora a marca de 2,5 mil toneladas de lixo eletrônico reciclados em 10 anos

Cresce a preocupação dos paulistanos com o descarte regular,
mas ainda há muito que fazer
O Brasil está entre os maiores produtores de lixo eletrônico no mundo, com mais de 1,4 milhão de tonelada produzido anualmente – cerca de 36% de todo lixo eletrônico da América Latina. Os altos índices se tornaram uma preocupação cada vez maior porque, na natureza, esses materiais contaminam o solo e lençóis freáticos. Em 10 anos de atividade na capital paulista, a Coopermiti acompanhou a evolução do tema na cidade e comemora o aumento do engajamento dos paulistanos, embora ainda tímido, para a reciclagem correta de eletrônicos.

Historicamente, desde a inauguração, a Coopermiti já recolheu cerca de 2.470.103.00 kg de eletrônicos (quase 2,5 mil toneladas). A cooperativa, que sobrevive do descarte de lixo eletrônico, estima que isso representa 8.300 m3, equivalente a 8300 gaiolas de armazenamento cheias de eletrônicos que não foram parar no lixo comum e, consequentemente, em aterros sanitários - o pior destino para esses equipamentos porque passam a ser perigosos quando expostos ao sol e a chuva, uma vez que podem liberar substâncias como Mercúrio, Cádmio, Cobre, Cromo, entre outros.

Ao longo dos anos, a Coopermiti observa a preocupação cada vez maior dos cidadãos, mas ainda enfrenta dificuldades com grande parte das empresas – que ainda não se conscientizaram que aparelhos como computadores, smartphones e outros dispositivos necessitam de um descarte ecológico.

Atualmente, a Coopermiti, única cooperativa de São Paulo especializada na reciclagem de e-lixo, recebe em sua sede os equipamentos e ainda agenda retiradas com caminhões nos casos de grandes quantidades. A cooperativa também possui uma série de parcerias com shoppings, parques, UBS e subprefeituras para facilitar o descarte.

Além disso, a cooperativa realiza um trabalho de conscientização para todas as idades e mantém ativo um museu de antiguidades que foi montado pelos próprios cooperados com os objetos que foram descartados pelos parceiros – tais como, Atari, Máquina de Escrever, Vitrolas, televisores de tubo, entre outros.

Para quem deseja descartar corretamente aparelhos eletrônicos, a Coopermiti conta com diversos pontos de coleta espalhados pela cidade que podem ser o endereço final de equipamentos eletrônicos, tanto para empresas quanto para os cidadãos - que cada vez mais estão conscientes em relação ao descarte. Para encontrar o ponto mais próximo ou agendar a retirada, acesse: www.coopermiti.com.br


Que tal pôr um bombom e presentear as clientes e funcionárias no dia das mães ou dia da mulher?

segunda-feira, 22 de abril de 2019

LÉO LINS SE APRESENTA EM OSASCO COM PROMOÇÃO PARA QUEM LEVAR ALIMENTOS

Léo Lins
O Teatro Aspro recebe em 28 de Abril, às 18h, o humorista Léo Lins, com o show de stand-up comedy “Bullying Arte”. Integrante do programa “The Noite, com Danilo Gentili” no SBT, Léo não é nada discreto aos temas abordados e está sempre com a mente afiada aos absurdos da vida.

O show envolve desde o episódio em que foi proibido de ir ao Japão após piadas com terremoto, até duvidas de adolescentes sobre relacionamento, lapidados sob seu senso de humor negro e distorcido. Afinal, quando o assunto é piada pesada, Léo Lins é referência: "Fazer rir com temas delicados é como cuspir fogo, quando feito por um profissional é uma arte, do contrário alguém vai se queimar", completa o humorista. Também há interação com a plateia.

Serviços

Bullying Arte

Com Léo Lins

Local: Teatro Aspro - Rua Joaquim Dias de Oliveira, 22 - Remédios, Osasco

Data: 28 de Abril de 2019, domingo, às 18h – Apresentação única

Gênero: Stand-Up Comedy

Duração: 70 minutos

Classificação: 12 anos.

Capacidade: 476 lugares

Valor do Ingresso: - Lote Solidário: R$ 40,00 + 1kg de alimento não perecível

- Meia: R$ 30,00

- Inteira: R$ 60,00

Venda de ingressos através do site: www.maisbilheteria.com.br

Bilheteria: de terça a sexta das 14h às 19h e aos sábados das 10h as 19h

Telefone para outras informações: (11) 4175-0164.


Suas clientes e funcionárias merecem um mimo no dia das mães não acha?

sábado, 13 de abril de 2019

Empreendedoras Digitais realiza a primeira ação do programa


Encontro, com inscrições abertas, vai reunir mulheres de todas as regiões da cidade para debater sobre a participação feminina no setor tecnológico

Na próxima quarta-feira, 17 de abril, será realizado o primeiro meetup (encontro para conexões e networking), no auditório do Conservatório da Praça das Artes, região central da cidade. Durante o encontro, as participantes poderão articular iniciativas, coletivos e organizações que tenham o empoderamento feminino como principal pauta de atuação. A primeira fase do projeto conta com atividades intensivas de mentorias e educação que preparam as equipes na elaborarão de propostas para o edital.

A iniciativa conjunta do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), em parceria com a Ade Sampa – Agência São Paulo de Desenvolvimento e a Softex, tem o objetivo de promover o protagonismo feminino por meio da capacitação e do desenvolvimento de empresas de base tecnológica.

As conversas serão realizadas com mulheres ocupantes de cargos de destaque no mundo dos negócios e da tecnologia, servindo de exemplo e inspiração para o público presente. Participam do encontro a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso; a empreendedora e fundadora do Programaria, Iana Chan; a fundadora do Elas_in Tech, Clarissa Luz; e a co-fundadora da Conta Black, Fernanda Ribeiro.

“É importante desenvolvermos ações que proporcionam um ambiente mais propício para o protagonismo feminino. Em São Paulo as microempreendedoras já são 45% do total e, além dos programas de apoio às mulheres, durante o mês de março realizamos diversas ações voltadas ao público feminino, como o Insperifa, o Fábrica de Negócio Mais Mulheres, o Elas Falam, entre outras”, destaca Aline Cardoso, secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho da Prefeitura de São Paulo.

O grande foco das discussões será a participação feminina no mercado de tecnologia e os principais objetivos a serem alcançados para que essa posição seja ampliada nos próximos anos. Além disso, as participantes vão debater sobre as soluções que podem ser desenvolvidas para despertar interesse de mais mulheres pelo empreendedorismo, principalmente no segmento tecnológico.

Durante o encontro, também será apresentado todo plano de ações do Programa, com o objetivo de esclarecer dúvidas das interessadas e promover a sonoridade entre as presentes.


Empreendedoras Digitais

O Programa tem o objetivo de promover o protagonismo feminino por meio da capacitação e do desenvolvimento de empresas de base tecnológica. A meta é capacitar 300 mulheres e gerar 30 startups que serão acompanhadas em um processo de pré-aceleração a ser realizado na capital.

A iniciativa foi lançada no dia 8 de março, quando é comemorado o Dia Internacional da Mulher. O Empreendedoras Digitais é uma ação conjunta do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), em parceria com a Ade Sampa – Agência São Paulo de Desenvolvimento, órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, e pela Softex.


segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Fundação Banco do Brasil abre as inscrições para o Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social 2019


Instituto C&A apoiará categoria ‘Meio Ambiente’ e duas premiações especiais Mulheres na Agroecologia e Governança e Gestão Comunitária

A Fundação Banco do Brasil, com apoio do Instituto C&A, BNDES e Banco do Brasil Tecnologia e Serviços, lança nesta segunda-feira, 25, o Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social 2019. A ação tem por objetivo certificar, premiar e difundir tecnologias sociais já aplicadas e em atividade, efetivas para questões relativas a alimentação, educação, energia, geração de renda, habitação, meio ambiente, recursos hídricos e saúde.

Nesta edição, o prêmio contará com condecorações especiais, desenvolvidas pelo Instituto C&A, voltadas à agroecologia, abrangendo, exclusivamente, iniciativas sociais elaboradas no Brasil. São elas: Mulheres na Agroecologia, que avaliará o protagonismo feminino na gestão da produção agroecológica; e Gestão Comunitária e Algodão Agroecológico, que estará focado em modelos de governança de organizações e comunidades na produção do algodão agroecológico em consórcio com outras culturas. Além disso, tanto as categorias, como as premiações específicas, têm sinergia com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

“No Instituto C&A, buscamos fortalecer iniciativas inovadoras e inclusivas por meio de apoios a atores regionais, que nos ajudam a melhorar a qualidade de vida e a renda de pequenos produtores de algodão sustentável, incentivando a produção e a demanda da matéria-prima”, afirma Luciana Pereira, Gerente de Matérias-Primas Sustentáveis do Instituto C&A.

Cada prêmio receberá um aporte de R$ 100 mil, que será dividido entre três ganhadores. Os primeiros colocados receberão R$ 50 mil, enquanto os segundos e terceiros classificados receberão R$ 30 mil e R$ 20 mil, respectivamente. As propostas apresentadas devem estar em atividade há, pelo menos, dois anos. Também devem possuir evidências efetivas de transformação social, além de ser possível sua replicação em outras comunidades.

“Além disso, a proposta do Prêmio está alinhada com a lente de gênero que aplicamos no Instituto C&A, já que os projetos que promoverem o protagonismo e empoderamento das mulheres receberão um bônus de 5% na pontuação total”, conclui Luciana.

As tecnologias sociais certificadas pela Fundação Banco do Brasil integrarão o BTS, base de dados disponível no site http://tecnologiasocial.fbb.org.br/, que apresenta informações sobre as tecnologias sociais e suas desenvolvedoras. Este é o principal instrumento utilizado pela Fundação Banco do Brasil para disseminar as tecnologias sociais e fomentar a sua reaplicação.

Poderão se inscrever no processo instituições sem fins lucrativos, tais como Instituições de Ensino e de Pesquisa, Fundações, Cooperativas, Organizações da Sociedade Civil e Órgãos Governamentais, de direito público ou privado, legalmente constituídas no Brasil ou nos demais países da América Latina ou do Caribe. As propostas devem ser cadastradas até o dia 21 de abril, somente através do site http://www.fbb.org.br/premio, e a premiação acontecerá em outubro.


SOBRE O INSTITUTO C&A

O Instituto C&A atua na promoção de uma indústria da moda mais justa e sustentável no Brasil.

Desde 2015, quando se integrou à C&A Foundation, a organização conta com um time global e passou a compartilhar as mesmas missão, visão e estratégias para transformar a moda numa força para o bem, focando suas ações em cinco áreas: Incentivo ao Algodão Sustentável, Melhores Condições de Trabalho, Combate ao Trabalho Forçado e ao Trabalho Infantil, Moda Circular e Fortalecimento de Comunidades. A instituição oferece suporte técnico e financeiro e atua em rede para permitir que organizações sociais, marcas e outros agentes de transformação construam uma indústria da moda mais responsável. Saiba mais em: www.institutocea.org.br





Forminha para doces - Festa de formatura
COMPRAR