Assista nossos Programas

sexta-feira, 22 de maio de 2020

Receita Federal abre consultas ao 1º lote de restituições


Cerca de 900 mil contribuintes terão acesso ao pagamento no dia 29 de maio

A Receita Federal abre nesta sexta-feira (22) a consulta ao primeiro lote do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) 2020, que tem como base o ano de 2019. De acordo com o órgão, o lote deve contemplar idosos ou portadores de doenças graves.

A partir das 9h, a população pode acessar a página do órgão na internet ou ligar pelo telefone 146. Há, ainda, um aplicativo que permite consultar as informações sobre a restituição do IR e a situação do CPF.

O pagamento do primeiro lote está previsto para o dia 29 de maio. Ao todo, 901.077 contribuintes vão receber a restituição, o que totaliza R$ 2 bilhões. Neste ano, a Receita resolveu antecipar as restituições — normalmente com início em junho — para minimizar o impacto econômico da pandemia do novo coronavírus.

Outros quatro lotes de restituição serão pagos em junho, julho, agosto e setembro. A Receita reduziu de sete para cinco o número de lotes de restituição. O prazo para entrega das declarações vai até 30 de junho.

terça-feira, 7 de abril de 2020

CORONAVÍRUS - COMO RECEBER O AUXÍLIO EMERGENCIAL




Medida do governo federal tem o objetivo de ajudar as categorias de trabalho mais vulneráveis durante a crise econômica causada pelo coronavírus

Os MEIs (microempreendedores individuais), trabalhadores que não têm carteira assinada, autônomos, desempregados e contribuintes individuais da Previdência poderão se registrar para receber o auxílio emergencial de R$ 600 anunciado nesta terça-feira, 7 de abril, pelo Governo Federal. A cidade de São Paulo conta com mais de 770 mil MEIs que deverão consultar a disponibilidade do benefício.

A iniciativa tem como objetivo ajudar as categorias de trabalho mais vulneráveis em meio à crise econômica gerada pela pandemia do coronavírus. A lei federal que cria o auxílio prevê o pagamento por ao menos três meses a trabalhadores de baixa renda sem emprego formal ou com contrato intermitente inativo.

A Caixa Econômica Federal disponibilizou um site e um aplicativo para que os trabalhadores informais, autônomos e MEIs solicitem o auxílio emergencial de R$ 600. Aqueles que já recebem o Bolsa Família, ou que estão inscritos no CadÚnico - Cadastro Único, não precisam se inscrever pelo aplicativo. Para estas pessoas o pagamento será feito automaticamente.






A Caixa Econômica também disponibilizou o telefone 111 para tirar dúvidas dos trabalhadores sobre o auxílio emergencial.


Requisitos para MEIs solicitarem o auxílio

· Ser titular de pessoa jurídica MEI - Microempreendedor Individual;

· Estar inscrito no CadÚnico para Programas Sociais do Governo Federal até o último dia 20 de março;

· Cumprir o requisito de renda média (renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa, e de até 3 salários mínimos por família) até 20 de março de 2020;

· Ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social;

Para mais informações, acesse o site do Governo Federal: www.gov.br


Orientações para empreendedores

A Ade Sampa, agência vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho da Prefeitura de São Paulo, está atendendo os empreendedores da capital por meio de telefone, whatsapp e e-mail, tendo em vista que as unidades do Cate e das Subprefeituras estão fechadas.

Pelos canais de atendimento, o empreendedor consegue tirar dúvidas sobre emissão de nota fiscal e outros documentos, além de fazer a formalização do seu negócio como MEI – Microempreendedor Individual.

A Ade Sampa iniciou também uma parceria com o Banco do Povo, programa de microcrédito do Governo do Estado de São Paulo, para realizar o teleatendimento a empreendedores na divulgação da nova linha de crédito de R$ 25 milhões para micro e pequenas empresas enfrentarem os efeitos econômicos da pandemia de coronavírus. A equipe técnica orienta sobre as linhas de microcrédito, condições e processos para cadastramento do pedido de crédito. Já o Banco do Povo será responsável pelo estabelecimento das linhas, análise e concessão do crédito.


Confira todas as orientações que são oferecidas:


· Formalização do MEI - Microempreendedor Individual;
· Declaração Anual do Simples Nacional;
· Alteração de CNAE -Classificação Nacional de Atividades Econômicas;
· Cancelamento do cadastro do MEI;
· Parcelamento do DAS - Documento de Arrecadação do Simples Nacional;
· Emissão da senha Web;
· Configuração de Nota Fiscal Paulista;
· Consulta do CCM - Cadastro de Contribuintes Mobiliários, CCMEI - Certificado de Condição de Microempreendedor Individual e CNPJ
· Orientações sobre linha de crédito do Banco do Povo

Abaixo, confira os contatos dos agentes locais da Ade Sampa:

(11) 94284-6067
(11) 97148-8830
(11) 94548-9513
(11) 99335-0778
(11) 99449-1311
(11) 99708-5130

Testemunhas de Jeová se reúnem por videoconferência devido à pandemia

Celebração Histórica da Morte de Jesus
Testemunhas de Jeová se reúnem por videoconferência devido à pandemia


Milhões de Testemunhas de Jeová e outras pessoas interessadas na Bíblia vão se reunir na terça-feira, 7 de abril de 2020, para o evento mais importante do ano, a Celebração da morte de Cristo. Mas este ano, por causa da pandemia da Covid-19, essa celebração será realizada de uma maneira bem diferente. Pessoas no mundo todo vão se reunir por meio de videoconferência.

Por causa da recomendação das autoridades para evitar aglomerações, as Testemunhas de Jeová têm feito suas reuniões semanais por meio de videoconferência.  Elas usarão esse método para realizar a Celebração da morte de Jesus. Durante o evento, uma palestra bíblica explicará por que Jesus teve que morrer e como essa morte pode nos beneficiar. Você e sua família estão convidados a assistir essa palestra! Basta acessar gratuitamente o site jw.org.
Mais de 20 milhões de pessoas assistiram a Celebração no ano passado. Espera-se que milhões assistam à Celebração este ano por videoconferência, telefone ou pelo programa gravado no site jw.org.
Em muitos países, como o Brasil, a ameaça do vírus continua aumentando. Por isso, as Testemunhas de Jeová continuam seguindo as orientações governamentais e dos órgãos de saúde, a fim de contribuir para a segurança de todos até que o surto da doença tenha passado. Porém, ainda que precisem usar meios não convencionais, confiam totalmente em seu Deus, Jeová e estão decididas a obedecer as instruções de Jesus para celebrar a sua morte, conforme  Lucas 22:19: “Persistam em fazer isso em memória de mim.”

Acesse a palestra da Celebração da Morte de Cristo de 2020 nesse link.


segunda-feira, 6 de abril de 2020

Pague Menos prorroga inscrições do seu 8º Concurso Literário

Os participantes poderão inscrever suas poesias com o tema "Viva Plenamente" até 20 de abril


Com foco no incentivo à escrita e à leitura, a Pague Menos prorrogou as inscrições para o seu 8º Concurso Literário. Dessa forma, é possível estimular as pessoas a se dedicarem a diferentes atividades e aprimorar alguns de seus talentos, principalmente, nesse período em que isolamento social é recomendado.

Até o dia 20 de abril, os participantes podem enviar suas poesias com o tema “Viva Plenamente”. O assunto também se tornou oportuno, pois encoraja as pessoas a refletirem sobre sua saúde física, mental e suas emoções para conseguir expressá-las por meio do papel. Nesse momento, o conceito de se ter uma vida plena deve ser cada vez mais discutido e compartilhado, principalmente, para que a boa saúde e os bons relacionamentos sejam mantidos.

Para avaliar as poesias, um júri especializado – composto por professores de língua portuguesa, literatura, críticos literários, dentre outros –, selecionará os cinco finalistas, que serão premiados com valores que variam de R$ 550 a R$ 2.500. Além disso, os autores das 100 melhores poesias terão seus textos publicados em um livro. Cada um deles receberá dez exemplares da publicação. Os textos selecionados também ficarão disponíveis em uma coletânea no hotsite do concurso. Na última edição, mais de 3 mil poesias foram inscritas.

As inscrições devem ser feitas pelo hotsite do concurso: 

https://concursoliterario.paguemenos.com.br/. Só será permitida uma obra por participante, em língua portuguesa, e que esteja dentro dos critérios dispostos no regulamento. Já o resultado será transmitido em 17 de junho, durante uma live nas redes sociais da Pague Menos, ou estará disponível no hotsite do concurso a partir do dia 18 de junho.

Sobre as Farmácias Pague Menos

As Farmácias Pague Menos são a primeira rede varejista presente nos 26 estados da Federação e no Distrito Federal, desde 2009. Hoje, a rede conta com 1.123 lojas, 786 unidades do Clinic Farma e mais de 20 mil colaboradores que atuam em 327 municípios.

sexta-feira, 3 de abril de 2020

Comportamento - quarentena - coronavírus

Fabiano de Abreu

Psicanalista aponta os prejuízos à saúde física e mental causados pela negatividade e o foco em notícias ruins

Estamos vivendo dias difíceis onde para todo lado que se olhe deparamos com a temática do covid-19 e a pandemia que está arrasando vidas e paralisando economias pelo mundo afora.

Com centenas de milhares de mortos, o vírus ainda está longe de ser um problema do passado e está sendo noticiado exaustivamente na mídia, levando algumas pessoas a um estado de pânico e alerta constante.

O filósofo e psicanalista Fabiano de Abreu conta que este tipo de comportamento, com foco nas notícias negativas e nos problemas, causa grande prejuízo à saúde mental: "Muitas pessoas sofrem e nem sabem o motivo que as levam a estarem em constante sofrimento. Pensar demais sobre determinado assunto e de forma negativa pode ser o grande impulsionador para esses sofrimentos invisíveis que nos acometem. Não se dar um tempo para relaxar e esvaziar a cabeça é um agravante que prejudica a saúde mental de muitas pessoas. Exercite o poder do equilíbrio.”


Meditação como forma de aliviar a dor


Abreu refere que uma das melhores maneiras de restaurar o equilíbrio e colaborar com a saúde mental do indivíduo é praticar a meditação: "Chamo de meditação o momento em que silenciamos e buscamos esvaziar a mente. Nosso cérebro não para de pensar, é normal, ele está vivo e ativo com impulsos elétricos intermitentes que funcionam até mesmo na hora de dormir, por isso, sonhamos. Se depositarmos toda a nossa energia em pensamentos negativos, ou ficarmos obsessivos pensando em apenas um determinado assunto, isso afetará não só a nossa paz, trará doenças físicas e mentais, além de nos cegar para a solução.”

Somos e sentimos o que pensamos


O especialista alerta para a necessidade de treinar a mente para promover estado de bem estar: “Somos o que pensamos. É preciso condicionar a nossa mente para nos sentirmos bem. Esse momento em que enfrentamos uma pandemia e precisamos nos isolar uns dos outros nos leva a pensar em um único assunto e isso pode nos afetar psicologicamente e nos adoecer emocionalmente. Devemos treinar a nossa mente para que esse momento não seja determinante e apenas um ponto de alerta para tomarmos atitudes saudáveis, dentro do que a situação permite.”

Para ele, depende de cada um de nós promover a cura através de um posicionamento mais positivo: “Claro que os problemas alardeiam os nossos pensamentos, mas cabe a nós mesmos a busca do equilíbrio e, através dele, nutrirmos pensamentos positivos. Essa é uma maneira da tranquilidade submeter a razão para se livrar dos problemas. A mudança de ambiente, de tarefas, de conversas, engana a mente que se viciou a pensar no mesmo assunto. Agarre-se a bons pensamentos e crie situações que possam satisfazê-lo e nutri-lo de esperança para que não seja dominado pelos pensamentos negativos.”

A quarentena avançará um degrau na evolução tecnológica

Fabiano de Abreu acredita que na atual conjuntura damos um salto na evolução tecnológica

O filósofo, psicanalista e especialista em estudos da mente humana, Fabiano de Abreu que é membro da Mensa, associação de pessoas mais inteligentes do mundo com sede na Inglaterra, publicou a sua mais nova teoria em que, na atual conjuntura de acontecimentos, daremos um grande salto na evolução tecnológica. Confira o seu texto:

“As pessoas estão conectadas à internet em todo mundo. No Brasil e nos Estados Unidos o Whatsapp é o campeão de acessos e logo em seguida vem o Instagram. Já na Europa o Messenger do Facebook e o Facebook é o mais acessado. Google, apps, sites de compras e de notícias estão no cotidiano da maioria das pessoas.

Mas será que sabemos mesmo usar a internet como um mecanismo de marketing pessoal ou comercial? Ou a internet é apenas um meio de distração e onde nós afogamos na inutilidade das informações? Quantos de nós a usam com um propósito útil, funcional e enriquecedor?

Este período de quarentena está a fazer crescer o número de usuários da plataforma e, por outro lado, quem já a utilizava com frequência, está se incorporando ainda mais neste mundo conectado, definindo-o à sua necessidade.

A quarentena revelou que, os países onde às pessoas estão mais conectadas à internet não apenas como usuários mas também como meio de trabalho, tiveram menores índices de contaminação. Além disso, se adaptaram melhor ao momento já que, o confinamento é uma realidade com a qual lidam frequentemente.

A indústria da tecnologia se irá transformar! Com cultura da internet muito mais enraizada, irá dedicar-se com maior intensidade em todos os mecanismos online e isso promoverá a evolução tecnológica com base na internet e toda a sua plataforma.

Seremos “quase máquinas” ligados de corpo e alma à internet? Seremos como aqueles personagens dos filmes de ficção que mostram o futuro no qual, usaremos uma retina artificial nos olhos, teremos corcunda na coluna cervical, com dedos polegares maiores e faremos sexo virtual?

Definitivamente a quarentena será um período de ruptura na nossa forma de enxergar o mundo. O indivíduo terá duas versões: o seu eu real e o seu eu virtual. No entanto, quem sabe, a implementação mais definitiva do nosso eu virtual não trará mais vantagens aos nosso eu real? A possibilidade de realizar diversas tarefas no mesmo espaço, em casa por exemplo, dá-nos a possibilidade de poupar tempo e assim investi-lo em algo que realmente nos motive.

Como seremos e o que teremos implantado não tenho uma certeza exata. Com exceção da coluna que já é notório nos jovens. Mas uma coisa é certa: seremos muito mais internautas como cliente e como empreendedores cibernéticos.”

Fabiano de Abreu é membro da Mensa, associação de pessoas mais inteligentes do mundo com sede na Inglaterra conseguindo alcançar o maior QI registrado com 99 de percentil o que equivale em numeral a um QI acima de 180. Especialista em estudos da mente humana, é membro e sócio da CPAH – Centro de Pesquisas e Análises Heráclito, com sede em Portugal e parceria no Brasil.


Mini CV
Fabiano de Abreu - Psicanalista, filósofo e jornalista
Registro 0.0543 0 Sociedade Brasileira de Psicanálise Clínica e CBPC
Registro Intel Reseller Tecnology - Especialista em tecnologia: 10381444
Registro FENAJ: 0035228/RJ
Registro Internacional: BR16791
Membro Mensa número: 1625BR

sábado, 28 de março de 2020

Prefeitura de São Paulo abre 720 vagas em enfermagem para Hospital de Campanha do Anhembi

Cate e Ade Sampa realizam pré-seleção on-line para empresa que gerenciará unidade voltada a pacientes com coronavírus

A Prefeitura de São Paulo abriu neste sábado, 28 de março, processo seletivo on-line para mais 720 vagas na área de enfermagem, sendo 504 para técnico de enfermagem e 216 para enfermeiro hospitalar. As inscrições encerram nesta segunda-feira (30), às 14h, ou até o preenchimento das vagas para os profissionais que irão trabalhar por 90 dias no hospital de campanha que está sendo construído no Complexo do Anhembi. Para se inscrever é necessário acessar o site www.tinyurl.com/hospitalanhembi e anexar o currículo atualizado.

Em virtude da urgência na contratação dos profissionais, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho disponibilizou, além dos técnicos do Cate – Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismos, analistas da Ade Sampa – Agência São Paulo de Desenvolvimento, para a análise dos currículos na primeira fase e encaminhamento para a entidade gestora do hospital, que realizará prova e entrevista presencial.

“Na primeira seleção, finalizada sexta-feira (27), em menos de 24 horas recebemos mais de 1.800 inscrições. Além dessas novas oportunidades, ainda existem vagas remanescentes para fisioterapeuta hospitalar, técnico de farmácia, técnico em gasoterapia e oficial de manutenção”, explica a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

Será exigida a formação completa em níveis técnico e superior em enfermagem e pelo menos seis meses de experiência na área hospitalar.

Durante o processo seletivo será informado o salário, benefícios e horários de trabalho para as equipes a serem formadas.

sexta-feira, 27 de março de 2020

INDÚSTRIAS DE ELETROELETRÔNICOS SOFREM FALTA DE INSUMOS

Por conta da crise mundial causada pelo novo coronavírus, 70% das indústrias brasileiras do setor eletroeletrônico enfrentam problemas para manter a produção. O principal problema, aponta levantamento da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), é a falta de materiais, componentes e insumos que eram importados da China. Os fabricantes de produtos de Tecnologia da Informação, como celulares e computadores, são os mais afetados.

“No total, 80% de tudo que é importado de componente eletrônico vem do continente asiático, o que demonstra uma grande vulnerabilidade. Não é o setor eletroeletrônico que tem essa situação, mas é uma coisa que nos faz pensar muito seriamente em diminuir essa vulnerabilidade”, relata o presidente da Abinee, Humberto Barbato.

Como a atividade industrial do país asiático também diminuiu, o reflexo aqui foi imediato. Segundo a pesquisa da Abinee, das 50 companhias ouvidas, três já trabalham com paralisação parcial das fábricas. Nos próximos dias, outras sete têm paralisações programadas.

Se informações preliminares estimam faturamento da indústria eletroeletrônica de R$ 154 bilhões em 2019, os prejuízos para este ano, até o momento, ainda não são conhecidos. Segundo a Abinee, a prioridade agora é cuidar e manter o emprego de 235 mil funcionários que prestam serviço ao setor no país.

A apreensão diante dos impactos econômicos, ao menos, serviu para mostrar que é possível ser menos dependente dos produtos chineses. Para isso, a instalação de indústrias que abastecem o setor requer regras mais claras e menos burocracia.

“Nós temos uma boa demanda, temos um mercado interno importante. Entretanto, ele não é suficiente para justificar a vinda de determinado fabricante de componentes para cá. Para isso, precisamos fazer a lição de casa: diminuir o Custo Brasil, fazer as reformas que estão sendo colocadas, para que a gente possa voltar a ser uma grande base de produção e de exportações”, espera Humberto Barbato, que defende que a aprovação da reforma tributária para melhorar o ambiente de negócios e atrair investimentos.

Os números preliminares do ano passado reforçam isso. Segundo dados da Abinee, com base em informações do IBGE e da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), a China é a principal origem das importações de componentes do Brasil, totalizando US$ 7,5 bilhões em 2019, o que representou 42% do total importado. Isso significa dizer que somente o país asiático foi responsável por 25% do total de insumos do setor (nacionais + importados). Enquanto isso, as exportações da indústria eletroeletrônica caíram de US$ 5,9 bilhões, em 2018, para US$ 5,6 bilhões, em 2019.

Este ano, os prejuízos podem ser maiores, levando em conta que mais da metade das fabricantes de eletroeletrônicos vão ter sua produção afetada e não vão devem atingir a produção prevista para este semestre ou ainda não calcularam os efeitos da crise. A Abinee estima que seja necessário, no mínimo, dois meses para que o ritmo de produção volte ao normal.
Socorro às empresas

Enquanto as grandes reformas não chegam e o governo ajusta seu orçamento para recolocar a economia nos trilhos, o setor industrial adota medidas para atenuar os efeitos econômicos da crise. “A CNI tem feito um conjunto de propostas, de diferimento e parcelamento de dívidas fiscais e tributárias para dar mais oxigênio às empresas”, explica o Diretor de Educação e Tecnologia da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Rafael Lucchesi.

Na semana passada, a CNI encaminhou ao governo federal um pacote de 37 propostas nas áreas de tributação, política monetária, financiamento, normas regulatórias e legislação trabalhista, para socorrer as empresas em meio à pandemia do novo coronavírus.

A avaliação da entidade é que as dificuldades para produzir, geradas pela falta de insumos e pela falta de liquidez, fatores somados à queda nas vendas, poderão levar empresas à falência e aumentar os impactos sociais da crise.

O adiamento temporário de pagamento de impostos (diferimento), a que se referiu Lucchesi, foi uma das medidas acatadas pela área econômica do Planalto. A ideia é aliviar o caixa das empresas e, com isso, evitar demissões em massa.

Essa providência emergencial está prevista na MP 927/2020, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro nesta semana, e posterga o recolhimento do FGTS, pelos empregadores, dos meses de março, abril e maio. Os valores não recolhidos poderão ser pagos em até seis parcelas mensais a partir de julho, sem incidência de atualizações, multas e outros encargos.